Decoração masculina destaca iluminação e referências que vão da moda à natureza, com MNBR Arquitetos

FOTOS:  Da Equipe MNBR - Mariana Orsi//Do Projeto:  Electroma.core

Vinícius Marques, Marcelo Nogueira, Ariel Bery e Felipe Rezende são amigos desde a época da faculdade, quando cursavam Arquitetura e Urbanismo, pela Mackenzie. Desde àquele período havia a conversa sobre um possível trabalho em conjunto. Então, em 2012, a letra inicial dos sobrenomes dos quatro jovens deu nome à empresa que decidiram tocar juntos.  Cada um deles, munidos por suas diferentes vivências e estilos de vida, colabora para que a mescla destas variadas experiências pessoais e profissionais seja o maior diferencial da MNBR, que emprega em cada novo projeto soluções únicas e exclusivas.


Os arquitetos da MNBR

Como não poderia deixar de ser, decorar é também uma expressão artística. Buscar referências, manifestar preferências estéticas, estimular a sensibilidade através de recursos visuais e texturas, de modo que percepções, ideias e emoções sejam despertadas. Tudo isso no espaço que chamamos de lar. Além disso, assim como a arte é um reflexo da cultura e da história de seu tempo, a decoração traz em si aspectos que demonstram a personalidade do ser inserido em seu espaço-tempo.

E o que pode ser mais reflexo do nosso tempo se não um jovem solteiro, independente, conectado, moderno e morando em um grande centro urbano?  Era esse o perfil do cliente atendido pela MNBR arquitetos.

O pedido do jovem era que o apartamento tivesse um ar masculino e sério, inspirado em um clássico da moda que traz o homem em seu terno marrom e camisa azul-clara. A influência do ambiente selvagem, sendo o animal a figura central, também deveria transparecer no décor. 

Partindo desta premissa, a equipe MNBR trabalhou com vários eixos principais. A iluminação, por exemplo, foi inspirada em uma balada, o que fica evidente no corredor, transformado em uma espécie de túnel. A tintura verde claro e forte é destaque também. Repare que cada traço de luz leva a uma parte diferente do apartamento, o que foi possibilitado por ser tratar de um imóvel pequeno.

 


A entrada valoriza a vista, que é uma atração a parte. Deslumbrante, como era de se esperar, já que o apartamento está no 26° andar.

 

Outro material bastante utilizado foi o concreto que por si só já remete a uma atmosfera mais masculina, deixando subentendido uma visão de pedra e solidez predominante na natureza.  O piso brilhante faz o contraponto, equilibrando a aspereza do concreto, além de refletir a iluminação.

 

Como o jovem não cozinha muito, a cozinha foi projetada para ser um espaço mais prático e enxuto, propício para receber os amigos, tomar um bom vinho e ser o lugar ideal para conversas e momentos agradáveis.

Outro detalhe que merece destaque no décor é o fato dos forros terem sido retirados e as tubulações ficarem aparentes, dando um ar de decoração industrial e acentuando a seriedade dos ambientes. 




Como um quebra-cabeça que respeita a função de cada peça e se complementa, a decoração do apartamento segue uma lógica onde todos os elementos têm um papel. Assim, na sala temos o móvel feito para a televisão criado todo em ferro cru, envernizado e com uma iluminação interna especial que acrescenta aconchego, principalmente nos períodos noturnos.  


               Completando o “quebra-cabeça”, o quarto também segue a linha jovem, inspirada na selva, mais precisamente no aspecto animal. Papel de parede, espelho no teto e iluminação colorida dão exclusividade ao ambiente.


Para dar o toque final, quadros foram utilizados, acrescentando personalidade de forma prática. Todas as peças são da Moldura Minuto.


Assim, no projeto Ébano da MNBR arquitetos, temos a decoração fazendo o seu papel mais primordial: utilizar elementos e referências que despertam o olhar e criam um ambiente único, funcional e esteticamente agradável.

Inspire-se!

 


Loading...

Carregando...